Fundado em 17 de julho de 1952 - Orgulho do Futebol de Santa Rosa/RS - Hexa Campeão de futebol de Santa Rosa: 1954/1955/1956/1957/1958 e 1959 - Campeão Citadino de 1963/1965/1968 e 1969 - Campeão Estadual de Amadores do Rio Grande do Sul/Série Amarela em 1959 e Vice-Campeão Estadual de Amadores em 1969.

sábado, 3 de outubro de 2015

Por Onde Anda?

NERI CAPPELLARI

Nome, local de nascimento, filiação: Tranquilo Neri Cappellari nasceu em Santa Rosa, RS. Filho de Tranquilo Luiz Cappellari e Izolina Marques Cappellari

Apelido (se for o caso): não.


Foto ao lado: Neri, atualmente,  em sua residência em Porto Alegre, com Otto, seu cachorro de estimação.


Casamento. Com quem, quantos filhos, netos e etc:  Casado com Marilê Emirtes Cappellari, com quem tem 3 filhos (Paulo Henrique, Lize Helena e Ana Paula) e dois netos (Eduarda e Davi)


Grau de escolaridade: Ensino Médio

Como foi a infância (descrever, onde, quando): O que lembra com saudade. Nasceu e cresceu em Santa Rosa, em frente a Igreja Matriz, nos anos 40,  Lembra com saudades das incríveis aventuras na descida da rua com carrinho de rolimã feito por ele e seus irmãos.

Vida esportiva (onde iniciou,  em que clubes jogou – o que recorda desta fase:  Começou no ABC (Clube dos Bancários), Paladino, Juventus, Aliança e Big Boys. Recorda dos campeonatos que jogou na Argentina com o ABC, dos jogos em Três de Maio, Tucunduva e Horizontina. Foi um tempo muito divertido e de muitas histórias.

1958 - Estádio Municipal Carlos Denardin, Paladino F. C. Em pé, da esquerda para direita: Carlinhos Hoffmann, Juarez dos Santos, (?), Julio Andrade, Lotario Dreher e Marcinarei Cassol. Agachados: Charles Joner, Zeca, Evilásio, Neri Cappelari e Kalil.(Marcinarei Cassol também atuou no Botafogo de Três de Maio e irmão de Marcelino, o eterno presidente do Botafogo.)

Clube(s) pelo qual torce): GRÊMIO.

Atividade atual (ou enquanto esteve trabalhando): Bancário Aposentado

Mantém atividade relacionada com o esporte? Participa dos treinos do neto Davi no Futsal do Grêmio Náutico Gaúcho, na categoria mamadeira três vezes por semana e vai aos campeonatos torcer pelo neto.

Já foi treinador, dirigente ou algo similar? Não


O  que faz atualmente? Cuida do Neto, ajuda os filhos, cuida do jardim de casa e passeia com o Otto, seu cachorro de estimação.

1960 - Quadra da Escola Evangélica da Paz  - Futsal - Em pé: Fehlauer, Joacir Magalhães e Ari Weber. Agachados: Neri Cappelari, Pedro Pereira Acosta e Thomas Motta. 


Ficha de inscrição na Federação Gaúcha de Futebol(antiga Federação Rio Grandense de Futebol)








ABC - ATLÉTICO BANCÁRIOS CLUBE Na foto acima aparecem, em pé: Luiz Cappellari (treinador), Numeraldo, João Manoel, Wilmar Birmann, Rubem Maicá, Reinery, Sfoggia (Antonio Carlos Sfogia Nunes) e Jaques (Presidente). Agachados: Fernando, Charles, Mauro, Neri  Cappellari e Oldemar (Parafuso).






Local: Praça da Independência, ano 1961, aparecem na foto: Áureo Machado(Torcedor), Neri Cappellari, Luiz Fortes(Gordo), Dirceu Torres(Torcedor), Pedro Dias(Mulita), Antenor Grisotti(Diretor de Futebol) e sentados Walter Wienandts e Raul Meneguini.



Matéria publicada no Jornal A SERRA em 02/12/1964, Coluna Panorama Esportivo do jornalista Erni Friderichs, que relata o embate entre E.C Aliança e Atlântico de Erechim.  



Foto tirada em 1961, na Séde o G. E. Sepé Tiaraju ( Rua Santo Angelo esquina com Rua Dr. Francisco Timm), onde aparecem: Sentados: Neri Cappellari, Edetar (Garçon do Capri, lembras?), Juarez Machado,  Ayrton da Silva Capaverde, Raul, Zelindo. Em pé: Carlinhos (Centro-médio do Paladino F.C.) e Valdir Lima (Lateral esquerdo do Aliança.

Equipe do E. C. Aliança que disputou o campeonato em 1962- Em pe´: Raul Meneguini, Lauro Frainer, Pedro Dias (Mulita) João Manoel Lopes (Jambalaia), Valdir Lima, João Carlos Duarte, Valter Pereira Oliveira (Taquariano), e Edmundo  Gund. Agachados: Luiz Fortes Rodrigues (Gordo), Eloi Pereira (Taquariano), Fredolino Schulz (Penicilina), Neri Cappellari e Valter Wienandts.




OBSERVAÇÃO: CLIQUE NAS FOTOS PARA AMPLIÁ-LAS.

8 comentários:

  1. em 1961 Neri e eu Darci seu primo, recebemos da Radio Sulina de Santa Rosa, medalha da melhor meia cancha do campeonato municipal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Segundo informações de Raul Meneguini, em 1961 as meias canchas eram formadas por um centro médio e um meia da linha atacante/armador (uns times tinham o meia direita e outros o meia esquerda como parceiro do centro-médio):
      Disputaram naquele ano de 1961 05 Clubes o campeonato municipal regidos pela FGF, a saber:
      Paladino F.C.( que sagrou-se campeão daquele ano) Carlinhos e Zeca (meia cancha)
      E.C. Aliança ( Vice Campeão) Claudio Mendonça e Pedro Dias (Mulita)
      Bancários A.C. ( acho que aqui neste clube e neste ano de 1961 que a meia cancha era formada pelo Darci Cappellari ( centro-médio) e o Neri Cappellari ( meia cancha pela direita); observação - vide ficha de inscrição junto a FGF no Por Onde do Neri, em tal consta a data da transferência do Neri para o Aliança em fevereiro de 1962 e consta que vinha do Bancários A.C.
      G.E. Sepé Tiaraju(que havia sido campeão em 1960) Engo e Giba
      Juventude F.C. de Cruzeiro( 1º ano de sua participação); Willi Dias e Ivanir Taffarel

      Excluir
  2. FAMILIA CAPPELLARI
    O LUIZ CAPPELLARI, meu grande amigo, dizia que o Juventus era time dos Araujo. Lá jogamos o Paulinho, Jones,Ruy, Toni eu. Pouca gente para quem formava um time na cidade; os CAPPELLARI. Vejamos, Berto, Nino, Nego, José, Luiz, Nilson, Sadi, Luiz, Nilson e próprio NERI.
    Voltemos ao caso dO Neri. Sempre foi dos mais destacados da família junto com o Luiz. Em determinada ocasião, estando fazendo um curso no CPOR o convidaram a atuar pelo São José. (junto com Plinio Tonel.)
    Sempre procurei colher junto ao NERI, dados para fazer e publicar o POR ONDE ANDA.
    O Raul Meneghini também estava nesta empreitada e coube a ele fazer, com brilho, como sempre a sinopse acima.
    João Jayme Araujo

    ResponderExcluir
  3. P.S. Faltaram na relação, me dei conta, Clovis e Darci, pelo menos. Jayme

    ResponderExcluir
  4. Senscaional lembrarem dele, obrigado!

    ResponderExcluir
  5. Agradeço aos amigos Raul Mwneguini e Jaime Araújo pela homenagem. O pai está muito feliz e emocionado relembrando momentos tão especiais!!! Grande abraço

    ResponderExcluir
  6. Adorei ver o tio Neri e também o meu pai Mauro Schneider (in memoriam) nas fotos! Belas lembranças!

    ResponderExcluir